Olá, seja bem-vindo.
Este blog foi criado no dia 21 de Janeiro de 2010. Será um blog em que apenas publicarei sonetos, nada mais do que sonetos. Espero que os apreciadores deste estilo de poesia me visitem e comentem, façam críticas, para eu melhorar o que tiver de ser melhorado e me alegrar com o que estiver bem feito. Obrigada. FELIPA MONTEVERDE

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Essência

Tarde no tempo percebi sentidos
Que o luar escondia e eu não procurava.
Era assim como um favor que recusava
Para não perceber males temidos.

Males que a minha alma quase adivinhava.
Maleitas que aumentavam meus suspiros.
E tarde no tempo percebi esses sentidos
De que o coração me avisava.

Ele bem tentava, em vão, que eu ouvisse
A razão falar à consciência.
Que eu ouvisse a voz da tua ausência

E males e maleitas pressentisse.
Mas eu não ouvia... E essa voz tudo disse...
Sem que eu percebesse o sentido ou a essência...

Felipa Monteverde