Olá, seja bem-vindo.
Este blog foi criado no dia 21 de Janeiro de 2010. Será um blog em que apenas publicarei sonetos, nada mais do que sonetos. Espero que os apreciadores deste estilo de poesia me visitem e comentem, façam críticas, para eu melhorar o que tiver de ser melhorado e me alegrar com o que estiver bem feito. Obrigada. FELIPA MONTEVERDE

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Opressão

Intimidas-me, tenho medo, não me sinto
À vontade estando na tua presença;
Tua voz soa-me tal e qual sentença,
Intimidas-me e eu me calo e consinto…

Tenho medo, medo de ti, da tua voz
Autoritária, opressora, sem carinho…
E pra esquecer tua presença em meu caminho
Eu me alheio… e assim já não tenho algoz…

Intimidas-me com teu ar tão opressor
Sempre sério, autoritário, que me prende…
E eu voo em liberdade, como um condor,

Voo livre, em alto céu e em chama ardente…
E me queimo e me vou ao seu calor
Pra não ouvir a tua voz tão deprimente…

(Felipa Monteverde)

Sem comentários: