Olá, seja bem-vindo.
Este blog foi criado no dia 21 de Janeiro de 2010. Será um blog em que apenas publicarei sonetos, nada mais do que sonetos. Espero que os apreciadores deste estilo de poesia me visitem e comentem, façam críticas, para eu melhorar o que tiver de ser melhorado e me alegrar com o que estiver bem feito. Obrigada. FELIPA MONTEVERDE

domingo, 2 de janeiro de 2011

Fantasmas

Quando estou sozinha, nunca estou só
Logo os meus fantasmas aqui me vêm ver:
Pensamentos, lembranças, que não quero ter
Me visitam e eu fico de mim a ter dó.

Sou uma enjeitada, que o não quer ser…
Mais vale ser pobre que pobre coitada,
Mais vale iludida que ser enganada,
Mais vale o não ser do que o parecer…

Não sei que pareço a olhos alheios,
Só sei que aos meus desagrada me ver.
Sou uma enjeitada, com tantos receios

Que me parece só males haver
Na minha pessoa… tantos e tão feios,
Tais são os fantasmas comigo a viver…

(Felipa Monteverde)

(Este soneto tem mais de 10 anos, hesitei em publicar porque lhe vejo muitos defeitos. Como não consigo corrigir, aqui vai.)

Sem comentários: