Olá, seja bem-vindo.
Este blog foi criado no dia 21 de Janeiro de 2010. Será um blog onde apenas publicarei sonetos, nada mais do que sonetos. Espero que os apreciadores deste estilo de poesia me visitem e comentem, façam críticas, para eu melhorar o que tiver de ser melhorado e me alegrar com o que estiver bem feito. Obrigada. FELIPA MONTEVERDE

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Forte

Nunca pensei amar-te assim tão forte
Forte é o amor que te dedico, meu bem…
Bem te quero e amo e só na morte
Só a morte me separa de ti, mais ninguém.

Ninguém tanto na vida eu quis, és tu quem
Quem eu quero e me quer… minha sorte…
Sorte que eu sinto em mim, como um bem
Um bem que tenho ao te ter, nem na morte.

Nem na morte te deixo, amor, não, não deixo
Não te deixo morrer, antes morro por ti…
Por ti sofro ao te ter, ao te ter como tenho

Como tenho este amor, minha força, meu eixo
Um eixo que faz parte de um todo, aqui…
E aqui me tens, meu amor, meu engenho…

(Felipa Monteverede)

2 comentários:

Mi (de Miguel) disse...

Gostei, sim, está muito "forte"...

Cadidato à Presidencia da Republica disse...

tiagoartista8@megamail.pt blogspot.pt