Olá, seja bem-vindo.
Este blog foi criado no dia 21 de Janeiro de 2010. Será um blog em que apenas publicarei sonetos, nada mais do que sonetos. Espero que os apreciadores deste estilo de poesia me visitem e comentem, façam críticas, para eu melhorar o que tiver de ser melhorado e me alegrar com o que estiver bem feito. Obrigada. FELIPA MONTEVERDE

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Universo

Desliguei-me da memória que trazia
Presa a um destino triste que renego:
Já sei qual o enigma que escondia
A descolorida cor do teu segredo…

Falaste comigo sem dizer o que devias
Iludiste um nobre amor a que me entrego;
Perdeste-me num sonho em que dormias
Num abraço feito de desassossego…

E eu persegui um sentido tão abstracto
Em que me abstive de te ver e entender
E sabendo que estás em mim imerso…

Desliguei-me de um passado e triste facto
Onde me prendi a ti sem perceber…
Tomando um falso amor por universo…

(Felipa Monteverde)

1 comentário:

Mi (de Miguel) disse...

Desliguei a alma e o coração
mas não desliguei o pensamento
de quem me acompanha a solidão
e me dá ilusões por alimento.