Olá, seja bem-vindo.
Este blog foi criado no dia 21 de Janeiro de 2010. Será um blog em que apenas publicarei sonetos, nada mais do que sonetos. Espero que os apreciadores deste estilo de poesia me visitem e comentem, façam críticas, para eu melhorar o que tiver de ser melhorado e me alegrar com o que estiver bem feito. Obrigada. FELIPA MONTEVERDE

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Enganos

Hoje sei tudo o que ontem não sabia
Até sei de cor o número do teu B.I.
Sei o que fazes enquanto espero por ti
Sei em que ocupas todas as horas do dia.

Hoje sei tudo o que há a saber de ti
Até sei de cor toda a tua cantoria…
Porque sei tudo o que ontem não sabia
Sei o que fazes sempre quando sais daqui.

Hoje sei tudo… mas quisera não saber
Viver iludida nem que fosse mais um dia
Mas sei de tudo e nunca mais te quero ver…

Porque andava enganada e contigo eu me ria
Contigo me encontrava e estava feliz por ser
Tua namorada… mas não era… e não sabia…

(Felipa Monteverde)

3 comentários:

Gil Moura disse...

Olá, Filipa

Quantas vezes nos enganamos...
Quantas vezes, quantas!...

Lindo!

Beijinhos

Blog do Ediloy disse...

...poetisa, o enigma do desconhecido sempre tem um charme, saber tudo de tudo acaba qualquer encanto...adorei seu espaço e sua versificação eivada de encantos e melodias...meus aplausos !!!

Belita disse...

Felizes dos Ignorantes